passeipostei

literatura ou quase

Manoel de Barros

leave a comment »

Exploro os mistérios irracionais dentro de uma toca que eu chamo “lugar de ser inútil”. Exploro há 60 anos esses mistérios. Descubro memórias fósseis. Osso de urubu etc. Faço escavações. Entro às sete horas, saio ao meio-dia. Anoto coisas em pequenos cadernos de rascunho. Arrumo versos, frases, desenho bonecos. Leio a Bíblia, dicionário, às vezes percorro séculos para descobrir o primeiro esgar de uma palavra. E gosto de ouvir e ler Vozes da origem. Gosto de coisas que começam assim: Antigamente, o tatu era gente e namorou a mulher de outro homem. Está no livro Vozes da origem, da antropóloga Betty Midlin. Essas leituras me ajudam a explorar os mistérios irracionais. Não uso computador para escrever. Sou metido. Sempre acho que na ponta de meu lápis tem um nascimento.

Trecho de entrevista publicada no jornal O Estado de São Paulo, 3 de agosto de 1996.

Anúncios

Written by passeipostei

20/07/2012 às 10:58

Publicado em Opinião

Tagged with ,

Passou, gostou? Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: