passeipostei

literatura ou quase

Um poema de José Saramago

leave a comment »

 

Science-fiction I

 

 

Talvez o nosso mundo se convexe
Na matriz positiva doutra esfera.

Talvez no interspaço que medeia
Se permutem secretas migrações.

Talvez a cotovia, quando sobe,
Outros ninhos procure, ou outro sol.

Talvez a cerva branca do meu sonho
Do côncavo rebanho se perdesse.

Talvez do eco dum distante canto
Nascesse a poesia que fazemos.

Talvez só amor seja o que temos,
Talvez a nossa coroa, o nosso manto.

 

 

Muitos não conhecem o lado poeta de José Saramago, grande autor português e ganhador do Prêmio Nobel em 1998, o primeiro concedido a um escritor de língua portuguesa. O presente poema foi publicado no livro Os poemas possíveis, lançado em 1966.

 

 

Anúncios

Written by passeipostei

20/07/2012 às 15:35

Publicado em Poemas

Tagged with ,

Passou, gostou? Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: